Pronto para receber conteúdo interessante? Assine a newsletter

Conheça os 7 fundamentos do Onlearning

#EducaçãoDisruptiva - 30 de Abril de 2020

Falando em educação, provavelmente você já está acostumado com termos como online, e-learning e EAD. Mas você já ouviu falar em Onlearning? Esse novo conceito de aprendizagem, proposto pelo Prof. Dr. José Cláudio Securato, propõe trazer soluções para o presente e futuro da educação executiva - além de ser uma ideia que desafia a lógica convencional de escolas de negócios e universidades.  

Para trazer o termo mais próximo à realidade, Securato escreveu o livro "Onlearning: como a educação disruptiva reinventa a aprendizagem". Lá ele explica a ideia em 7 fundamentos, que tem como objetivos, entre outros, definir um caminho para que a transformação digital seja aplicada no segmento de educação executiva.

Conheça abaixo os 7 fundamentos do Onlearning

O lifelong learning (aprendizagem ao longo da vida) e a aprendizagem em micromomentos

O conceito de lifelong learning, ou aprendizagem ao longo da vida, não é exatamente uma novidade. Muitos estudiosos da educação sublinharam a necessidade de um retorno à escola para enfrentar novas situações. Esse conceito é uma das chaves de acesso no mundo profissional atual. 

Ele supera a distinção tradicional entre educação inicial e educação permanente, respondendo o desafio que é ser atual em um mundo em rápida transformação. Mas como estudar sempre - sem as tradicionais pausas entre graduação, pós, MBA, mestrado, doutorado? É aqui que surgem os micromomentos: ações com começo, meio e fim em poucos minutos ou segundos. O conceito de educação ao longo da vida está atrelado a vantagens de flexibilidade e acessibilidade no tempo e no espaço.

Aprendizagem personalizada, customizada e adaptativa

Para o Onlearning, Securato adota o conceito de “personalização do ensino”, ou seja, o desenvolvimento do conteúdo sob medida aos conhecimentos prévios e às melhores capacidades de absorção do aluno.

A proposta envolve aperfeiçoar a performance do estudante, ao focar particularmente em seus pontos de melhoria, adaptando o tempo gasto com estudo às suas necessidades e capacidade. Sem contar na mensuração dos resultados do processo e dos métodos de aprendizado que melhor ajudam no desenvolvimento pessoal e profissional do aluno.

A nanocertificação da aprendizagem

Fracionar ou modular o aprendizado para torná-lo acessível em custo, tempo e apelo ao aluno. Nanocertificações gradativas, seguidas de certificações intermediárias mais abrangentes até uma certificação final, inclusive regulamentada pelo órgão competente (Ministério da Educação, no Brasil) passam a ser uma megatendência da educação disruptiva.

Aprendizagem em redes sociais

Esse fundamento coloca o aluno como centro do processo de aprendizagem. Na aprendizagem em rede, aprende quem ensina e quem é ensinado. A aplicação prática sobre o que se aprende é um ponto central aqui. Há diversas formas de aprender, mas poucas de aprender a colocar o conhecimento na prática. No Onlearning, a aprendizagem é fluida, orgânica e também colaborativa.

Uso de inteligência artificial na aprendizagem

Não é possível pensar mais no futuro sem pensar em inteligência artificial. É uma nova forma de ensinar e de aprender. Alunos vão interagir com os melhores professores, com as melhores didáticas e com a melhor curadoria de conhecimento, para aprenderem por meio de plataformas cognitivas. 

Retorno sobre investimentos (ROI)

O ROI no Onlearning precisa ser substancialmente maior para os alunos. É necessário que o investimento em educação seja mais acessível, competitivo e que, ao diminuir o investimento, contribua para um maior retorno para os alunos.

Ensino blended como a melhor forma de aprendizagem

O ensino blended ou híbrido é um programa de educação formal no qual um aluno aprende em parte por meio do ensino on-line (com algum elemento de controle sobre o tempo, lugar, modo e/ou ritmo do estudo) e em parte em uma localidade física supervisionada, fora de sua residência.

As instituições utilizarão o blended como modelo predominante de educação, que unirá o presencial e o EAD. Os cursos presenciais se tornarão semipresenciais, principalmente na fase mais adulta da formação, como a universitária.

Quer continuar aprendendo sobre Onlearning? Aqui você pode comprar o livro que explica em detalhes esse conceito. E se você quiser viver a experiência na prática, clique aqui e experimente o LIT, idealizado pelo professor José Cláudio Securato com base em seus estudos sobre o tema.

Pronto para receber conteúdo interessante?

Assine a newsletter