Pronto para receber conteúdo interessante? Assine a newsletter

Como ver oportunidades em meio à crise?

#LidereATransformação - 23 de Outubro de 2020

O que você faz diante de uma crise? É do ser humano demorar para se acostumar com situações novas e ter dificuldade em lidar com mudanças. Mas é no momento em que temos a sensação de estar sem chão que as oportunidades são criadas. E você pode estar pensando: é muito fácil falar, o difícil mesmo é conseguir ter um pensamento estrategista em um momento difícil. 

É por isso que, em aula online exclusiva para alunos do LIT, o Prof. Dr. Edson Barbero, que ministra o curso Monitoria de Concorrentes, apresentou algumas ideias que nos ajudam a entender o que é a estratégia em tempos de crise, propondo também algumas dicas para tirar todas as vantagens que um período incerto possui. 

O que é a crise e como ter um pensamento estratégico para criar oportunidades

Afinal, o que é uma crise? 

Apesar de no senso comum definirmos crise como instabilidade, é importante deixar claro características fundamentais para entendermos o conceito. Essa concepção se refere a períodos em que há alterações súbitas que modificam os alicerces da vida como a conhecemos, causando ansiedade e medo. Além disso, também ocorrem mudanças psíquicas, já que nosso cérebro sempre procura agir de acordo com o que já conhece. 

Diante de uma crise, algumas tendências são comuns. A primeira delas é um estágio inicial de negação no qual há dificuldade em aceitar que as coisas não são mais como antes. Outra atitude comum é conhecida como hiperfocal, ou seja, há uma concentração exagerada no problema, que vira o principal foco das atenções. 

Claro que esses comportamentos são compreensíveis. O professor explica que o primeiro passo para fazer da crise uma oportunidade é conseguir ultrapassar essa fase: "Temos que superar com base no pensamento claro, respiração, raciocínio e conhecimento científico".

O pensamento estratégico 

A base do pensamento estratégico é, principalmente, a construção de uma visão - o que realmente move as pessoas. Também é preciso se preparar e não ter medo de colocar ideias na prática. "O que leva a gente a entender o mundo é nossa capacidade de refletir sobre ele após vivenciarmos nossas experiências. Não existe aprendizado sem tentar ou experimentar. A ação é tão importante quanto o pensamento reflexivo", lembra Barbero. 

Também é necessário entender que pensar de maneira estratégica e planejar não são sinônimos, apesar de ambos serem habilidades importantes:

Infográfico Planejamento e pensamento estratégicosPensar conectado ao criar

É pensando de maneira estratégica que será possível criar oportunidades. O professor explica que esse movimento está diretamente atrelado a três atitudes: a motivação intrínseca (enxergar propósito e fazer algo que você realmente ama), conhecimento de fronteira (a busca pela interdisciplinaridade, ampliando sua visão de mundo) e a destruição criativa (às vezes é preciso eliminar algo para poder construir o novo).

Dicas práticas para criar oportunidades

  • Exercite o diálogo com stakeholders: Não se isole, converse com as pessoas, compartilhe ideias. "Fazer estratégia é empreender conversas".
  • Baseie-se em dados, mas não se aprisione a eles: É importante ter números que nos ajudem a mensurar projetos e situações de grande magnitude. Mas o professor ressalta que "não podemos ver o mundo por uma planilha de Excel. O mundo acontece na realidade, na UTI de um hospital, na rua com um vendedor".
  • Exercite a diversidade: Procure a diferença, evite bolhas ideológicas e ressalte a interdisciplinaridade.
  • Cultive um misto de realismo e otimismo: Procure o equilíbrio entre essas duas linhas de pensamento para poder desfrutar das vantagens trazidas por elas. "Em geral, os realistas querem acertar, enquanto os otimistas querem mudar. Tente não ficar aprisionado em um dos dois lados".
  • Desenhe seu problema: Esquemas visuais podem ser muito poderosos uma vez que ajudam a exercitar a fluidez não linear.
  • Aprimore sua inteligência intrapessoal: Conhecer a si mesmo é uma habilidade que faz toda a diferença, seja lidando com uma crise ou criando soluções.
  • Aproveite a crise: Esse é o momento perfeito para pensar, estudar, refletir. É hora de reinventar a sua linha de raciocínio! 

Lidar com transformações não é algo fácil, mas no LIT temos diversos cursos que podem te ajudar a refletir e criar novos caminhos para a sua carreira ou empresa. Conheça alguns deles: 

Change Management – Liderando Transformações

Criatividade, Inovação e Empreendedorismo

Design Thinking – LIT Talks by IBM

Aproveite para começar sua aprendizagem disruptiva hoje mesmo com 7 dias grátis! 

Inscreva-se no LIT

Pronto para receber conteúdo interessante?

Assine a newsletter