🔥 Inscreva-se hoje com até 66% de desconto e ganhe mentoria especial para criar seu plano de estudos.
dias
horas
minutos
segundos
Pronto para receber conteúdo interessante? Assine a newsletter

As finanças na nova economia e seus importantes indicadores

#LidereATransformação - 30 de Outubro de 2020

Nos anos 1960, a grande maioria das pessoas buscava conquistar o chamado american dream. Ou seja, ter um bom emprego, trabalhar para acumular um certo patrimônio, comprar uma casa, um carro e começar a construir uma família. Não é necessário dizer que hoje essa não é mais uma realidade. Os padrões de vida mudaram e também surgiu um conceito financeiro alinhado aos valores da atualidade: a nova economia. 

Mas, afinal, como lidar com as finanças do seu negócio neste novo contexto? A Profa. Dra. Bruna Losada, que é responsável pelos cursos Finanças Corporativas I - Custo de Capital e Análise de Viabilidade Econômica de Projetos de Investimentos , falou mais sobre como diferenciar as economias clássica e nova, além de apontar os indicadores financeiros mais adequados para cada tipo de realidade, em aula online ao vivo exclusiva para alunos LIT. 

Entenda o contexto das finanças na nova economia com as dicas abaixo!

O que é a nova economia? 

Dos anos 1960 para cá, a sociedade mudou de maneira geral: crises, conflitos, reformas e a chegada da tecnologia e internet fizeram com que o estilo de vida e objetivos das pessoas mudassem. Dito isso, podemos definir a nova economia como aquela que vende serviços e que está presente em uma lógica de compartilhamento, diferentemente do modelo clássico no qual o produto era uma unidade (um carro, um saco de arroz ou um exemplar de livro, por exemplo). "Hoje se pensa mais no direito de uso do que em um produto, uma unidade. Isso muda totalmente as empresas", diz a professora. 

Como grande exemplo da nova economia, é impossível não citar a Netflix, na qual se vende o direito de assistir ao catálogo de filmes disponível em um determinado período de tempo. Assim, a lógica é diferente porque o mais importante para a empresa não é conseguir mais assinaturas, e sim entender o comportamento de cada cliente para que ele queira continuar parte da plataforma. 

Como pensar nas finanças na nova economia? 

A professora ressalta que não estamos afirmando que as empresas clássicas não possuem mais valor, ou estejam fadadas a acabar. Mas que os negócios da nova economia, por estarem presentes em uma lógica inovadora, exigem indicadores diferentes para definir as estratégias: 

Post Blog-1

É importante ressaltar que cada modelo de negócios possui suas próprias características. Por isso, é necessário analisar a empresa e saber identificar os indicadores estratégicos que fazem mais sentido para o seu contexto. "Conforme você for evoluindo, vá revisitando todos os seus cálculos e apurações, porque o cliente vai mudando", adiciona Bruna. 

Quer continuar estudando o tema? Além de aulas ao vivo toda semana com os assuntos do momento, o LIT conta com uma série de cursos e trilhas em Finanças Corporativas e Mercado Financeiro. Você pode se inscrever por 7 dias grátis, clicando no link abaixo:

Inscreva-se no LIT

Pronto para receber conteúdo interessante?

Assine a newsletter